segunda-feira, 17 de junho de 2013

Como seria?!




Já parou para pensar como seria sua vida se você soubesse o exato momento de sua morte? Já imaginou como seria viver com uma sentença de morte? É como se tivesse uma arma carregada apontada para o centro de seu crânio, você pode sentir o cheiro de pólvora, o cano gelado em contato com uma gota de suor frio que escorre pela sua testa?

Já se imaginou, saber que sua vida está como a areia de uma ampulheta, que corre de um lado para outro até que não reste mais nada?

Já imaginou saber que suas batidas do coração estão limitadas? Você buscaria levar uma vida mais emocionante para acelerar o tenebroso processo da morte, mas poder em seu ultimo suspiro dizer que valeu a pena cada batida mais forte ou repousaria, aguardaria a morte vir lhe buscar?

Será que você ligaria para aquela pessoa que sempre pensa antes de dormir, mas não tem a coragem de ligar? Será que você aceitaria morrer em um casamento fadado ao fracasso sabendo que não tem muito mais tempo por aqui? Será que você iria tentar ser realmente feliz pela ultima vez ou respeitaria seus próprios preceitos, de não querer fazer ninguém sofrer por você, mesmo sabendo que isso já se tornou em vão?

Buscaria mais uma vez uma noite de prazer, uma ultima noite de prazer, com a pessoa que lhe arranca sorrisos sempre que se lembra dela? Como seria?

Como seria deitar-se ao fim de mais um dia sabendo que você pode não acordar na manhã seguinte? Já pensou que você poderia escolher uma forma de se entregar para o outro plano? Saltando do teto de um prédio? Dormindo e repousando? Como seria?

A verdade que todos rejeitamos aceitar é que essa situação existe, você não sabe se amanhã terá tempo para por em prática todos os planos que vem traçando ao longo da vida, não tem como assegurar de que isso não possa acontecer. Não sabemos quanto tempo de vida temos nesse plano, tudo o que sabemos é que devemos fazer cada instante, cada segundo, cada suspiro valer a pena, para então, em nossos atos finais, podermos respirar fundo uma última vez e dizer de peito cheio..’’valeu a pena’’ .. acredite, pois a cada amanhecer que você testemunha, você está renascendo mais uma vez.



___

Anderson Toledo Mendes - Baln. Camboriu,SC

Nenhum comentário:

Postar um comentário